Ana Nunes desaparecida há 5 Dias





Ana Nunes está desaparecida desde Terça-feira, dia 08/07/2014.


Os familiares não acreditam que Ana Filipa de Oliveira Nunes tenha desaparecido
de livre vontade e temem que possa ter sido raptada.

A família de Ana Filipa Nunes está em pânico desde a passada terça-feira, dia em que a jovem foi vista pela última vez, perto do apeadeiro de Carvalhal da Portela, no concelho de Águeda, pelas 7:30 da manhã. A rapariga, de 19 anos, não aparentava ter qualquer motivo para desaparecer voluntariamente e, por isso, os familiares e as autoridades não descartam, para já, a hipótese de crime.

Se alguém tiver alguma informação que possa ajudar a família e os amigos favor informem as autoridades locais (Posto da GNR de Águeda e Posto da GNR de Arrancada).

 

Ver também notícia em: http://www.diarioaveiro.pt/noticias/jovem-desaparece-misteriosamente-em-agueda?utm_source=dlvr.it&utm_medium=facebook

 


Mau Estado da Estrada do Moutedo à Cadaveira

Mau Estado da Estrada do Moutedo à Cadaveira


A ligação entre os lugares do Moutedo e a Cadaveira encontra-se numa situação vergonhosa.
Devido ao mau tempo e á utilização constante por parte de tratores e camiões de madeira e falta de manutenção das entidades competentes está a tornar-se quase intransitável por parte dos habitantes locais e todos os que precisam de por ali passar.São diários os problemas com as viaturas como podemos constatar no domingo quando recolhemos estas imagens com mais uma viatura a furar.
Manutenção precisa-se com urgência .

 

 

Texto e imagens retiradas de:

http://povoasdevalongo.blogspot.pt/2014/03/estrada-moutedo-cadaveira.html?spref=fb

 



Burlões em Arrancada

Arrancada do Vouga: Burlões de automóveis detidos pela GNR

 

O Núcleo de Investigação Criminal (NIC) da GNR de Águeda deteve dois homens e uma mulher, por alegadas burlas, envolvendo automóveis topo de gama.

image
A operação policial decorreu na tarde de 23 de Outubro, envolvendo três buscas domiciliárias, tendo sido apreendidos quatro veículos ligeiros, um motociclo, quatro computadores portáteis, um frigorífico, dois telemóveis, uma pistola de 22mm, uma arma de pressão de ar e também documentação diversa, respeitante a diversos lesados.
Os suspeitos estão ligados a actividades de prostituição e convenciam as vítimas a fazerem créditos bancários (numa conhecida empresa de crédito rápido) para a compra de viaturas, mas nunca as chegavam a apresentar. O casal tem de se apresentar diariamente na GNR e o outro homem ficou com pulseira electrónica.

 

 


Notícia retirada de:

CP substitui comboios por autocarros num troço da Linha do Vouga

 

A CP anunciou a substituição temporária do serviço de comboios por serviço rodoviário alternativo na Linha do Vouga, no troço entre Sernada do Vouga, em Águeda, e Oliveira de Azeméis, a partir de 1 de novembro.

A medida, anunciada num comunicado conjunto da CP e da Refer, surge na sequência da degradação das condições da via, no troço entre Oliveira de Azeméis e Águeda, em resultado das condições climatéricas extremamente adversas, que se fizeram sentir na passada semana.

Como medida cautelar e de modo a assegurar a segurança das circulações, a Refer introduziu em 25 de outubro limitações de velocidade, que têm originado "significativas perturbações ao nível da regularidade e pontualidade dos comboios".

No sentido de minimizar os transtornos decorrentes desta situação e salvaguardar as necessidades dos seus clientes, a CP decidiu substituir a partir da próxima sexta-feira o serviço de comboios por serviço rodoviário alternativo no troço entre Sernada do Vouga e Oliveira de Azeméis.

No comunicado não é anunciado quanto tempo esta medida irá estar em vigor nem quando terão início as obras para a reparação da via.

A CP refere ainda que serão realizados "ajustamentos" à oferta de comboios, no troço entre Sernada do Vouga e Aveiro, e algumas "supressões parciais" entre Macinhata - Sernada do Vouga e Águeda - Sernada do Vouga, acrescentando que estas alterações serão comunicadas nos próximos dias.

A CP e a Refer dizem estar conscientes das implicações que estas medidas vão ter na mobilidade das populações, estando a desencadear esforços no sentido de ultrapassar tais contrariedades.

CP substitui comboios por autocarros num troço da Linha do Vouga

Notícia retirada de:

http://www.jn.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Aveiro&Concelho=%C1gueda&Option=Interior&content_id=3505220

 

Veja também...

TRÊS HORAS E MEIA PARA FAZER 35 QUILÓMETROS DE COMBOIO

http://www.tvi.iol.pt/videos/13993206

 

Assalto em Carvalhal da Portela

Agredidos e trancados num quarto

Família vive terror em assalto a casa em Águeda

 

Grupo de assaltantes entrou na residência e surpreendeu as vítimas, que já dormiam. Menino de seis anos viu a mãe ser agredida e assistiu a todo o ataque

Seis assaltantes encapuzados e armados com pistolas entraram, de rompante, na casa de uma família no lugar de Carvalhal da Portela, em Valongo do Vouga, Águeda, surpreendendo os moradores, que já dormiam naquela que é a única residência do lugar da Quinta da Seara. Os ladrões agrediram duas vítimas e roubaram tudo o que puderam da habitação. Partiram todos os telemóveis e telefones e trancaram os seis familiares num quarto. O assalto ocorreu em frente a um menino de seis anos, que assistiu a tudo.

O assalto teve lugar anteontem, pelas 23h30, e durou cerca de 35 minutos. No interior da habitação, estava um casal, de 73 e 78 anos, o neto e a companheira, de 30 e 25 anos e pais da criança, e ainda um outro homem, de 36, irmão da mãe do menino.

Os assaltantes, dois deles armados com pistolas, reuniram todos os familiares na sala enquanto revistavam toda a casa. O homem de 36 anos tentou reagir, mas foi barbaramente agredido a murro. A irmã tentou ir em seu socorro, mas um dos ladrões logo a agarrou pelo pescoço.

O gang roubou seis mil euros em dinheiro, várias peças em ouro e uma caçadeira, entre outros bens, fugindo depois de trancar a família num quarto.

"Com os telemóveis e telefones destruídos, tiveram de partir o vidro de uma janela e correr até à casa mais próxima, a cerca de dois quilómetros, para pedirem ajuda e telefonarem para a GNR", contou ao Correio da Manhã um familiar das vítimas.

O caso está a ser investigado pela PJ de Aveiro.

 

Notícia retirada do jornal Correio da Manhã:

http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/portugal/familia-vive-terror-em-assalto-a-casa-em-agueda?fb_action_ids=516681838423490&fb_action_types=og.likes&fb_source=other_multiline&action_object_map=%7B%22516681838423490%22%3A658639444180497%7D&action_type_map=%7B%22516681838423490%22%3A%22og.likes%22%7D&action_ref_map=%5B%5D

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS