Nasceu no Porto a 5 de Maio de 1927, onde viveu até aos 8 anos. Nessa altura, a família veio para Brunhido residir. Frequentou a escola da Arrancada, onde concluiu a 3ª classe. Nessa altura, foi obrigada a largar a escola para começar a trabalhar para o sustento da família. Assim, começou por trabalhar na agricultura, depois como criada de servir e por fim operária têxtil na fábrica da lã, António Pereira Vidal e filhos Lda. Apesar do ensino lhe ter sido vedado tão cedo, o gosto pela leitura e pela escrita foi-se mantendo sempre ao longo da sua vida. Foi sempre alguém muito presente na vida da comunidade valonguense:
- Foi catequista, organizando festas de final de ano na Casa do Povo de Valongo do Vouga e passeios;
- Formou o grupo coral de jovens da missa das 10h;
- Foi grande impulsionadora / organizadora de ranchos de Carnaval e cortejos, confecionando roupas e adereços e escrevendo as letras das músicas;
- Foi organizadora de diversas excursões, tendo como destino vários pontos pelo país fora.
- Fez um curso teatral pela INATEL, tendo levado a cabo várias peças teatrais ao longo de vários anos;
- Foi uma colaboradora ativa do jornal da Paróquia "Valongo do Vouga";
- Foi promotora de várias homenagens públicas, nomeadamente à mestra de costura, D. Apresentação;
- Colaborou com a Orquestra Típica de Águeda na recolha de cantigas antigas, reunindo várias senhoras de Brunhido para levarem a cabo as gravações das mesmas;
- Autora das obras:
Atualmente continua a fazer bonitas quadras em diversas ocasiões.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS